Home | Notícias | Campanha TIC’s TAC’s inspira produção de registros pedagógicos mais criativos
19/12/2016 | 11:20

Campanha TIC’s TAC’s inspira produção de registros pedagógicos mais criativos

campanha-tics-tacs-inspira-producao-de-registros-pedagogicos-mais-criativos

Um passeio gastronômico pela cidade, a contação de histórias africanas para crianças, uma mostra de como as pessoas utilizavam antigamente alguns objetos no dia a dia. Essas são apenas algumas das experiências que as redes municipais de educação, parcerias do programa Paralapracá, vêm compartilhando, por meio de registros pedagógicos, no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Uma forma de partilhar saberes e inspirar práticas que contribuam para uma Educação Infantil de qualidade. E, para potencializar ainda mais essa troca de experiências, o Programa idealizou a Campanha TIC’s TAC’s, uma ação formativa com orientações para a produção de registros mais criativos, utilizando uma diversidade de recursos tecnológicos.

A ação foi desenvolvida com assessoras e coordenadoras pedagógicas participantes do Programa, como a coordenadora pedagógica Ester Ferreira, da Escola Monte Castelo, em Olinda (PE). “De todas as coisas que o Paralapracá trouxe, nesse semestre, talvez a TIC’s TAC’s tenha sido uma das mais proveitosas, porque de uma maneira muito didática e dinâmica, consegui me apropriar daquilo que a campanha favorecia e usar no meu dia a dia. Criar a fanpage da escola para a Educação Infantil foi muito bom, melhorar a qualidade dos registros fotográficos foi muito importante, a produção de vídeos, tal como o uso do aplicativo Viva Vídeo [tutorial do AVA Paralapracá que ensina a fazer vídeos] também. A aprendizagem não é pontual, há um ganho profissional, melhorou minha formação e os instrumentos que eu posso usar para desenvolver melhor a minha função.”

Quem também ficou muito entusiasmada por ter aprendido a criar usando recursos tecnológicos a partir da Campanha, foi Aniceta Silva, coordenadora pedagógica do CMEI Nossa Senhora Auxiliadora, de Natal (RN). “Participar da TIC’s TAC’s foi muito gratificante porque, uma vez aprendido sobre as ferramentas que nos auxiliam a ilustrar e/ou apresentar nossas práticas, estabelece-se um aprendizado com muito mais qualidade, interesse e profissionalismo. Eu aprendi a criar fanpage, vídeos, álbum fotográfico no powerpoint, desenvolvi vários produtos a partir da campanha e muitas ideias para um Plano de Trabalho 2017.”

Com discussões, tutoriais (para criar páginas no Facebook, podcast, álbuns de fotografia e registros no Google Docs), vídeos e apresentações de slides, a segunda edição da Campanha TIC’s TAC’s teve a mediação de uma instrutora, a jornalista e educomunicadora Janete Reis, que ficou disponível para tirar dúvidas e auxiliar os participantes da formação. Embora o período de mediação tenha acabado, ainda é possível fazer a formação, pois a Campanha continua disponível no AVA. O nome TIC’s vem de Tecnologias da Informação e Comunicação, e TAC’s vem de Tecnologias de Atitude Colaborativa – termo criado pela equipe de EaD do Programa, para apoiar a construção de uma atitude que corrobore o apoio mútuo na criação e organização de estratégias de interação que qualifiquem o processo de documentar as ações.

Paralapracá

A Campanha TIC’s TAC’s é uma ação do Paralapracá, uma frente do Programa Educação Infantil, do Instituto C&A, realizado em parceria técnica com a Avante – Educação e Mobilização Social, em dois âmbitos de atuação: a formação continuada de profissionais de Educação Infantil e o acesso a materiais de uso pedagógico de qualidade, tanto para crianças quanto para professores. No primeiro ciclo (2010-2012), integraram-se ao programa os municípios de: Jaboatão dos Guararapes (PE), Caucaia (CE), Feira de Santana (BA), Teresina (PI) e Campina Grande (PB). Neste segundo ciclo, que corresponde ao período de 2013 a 2017, o Paralapracá atua nos municípios de: Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE).

PESQUISAR NESTA SEÇÃO:





COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do programa Paralapracá. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou o direito de terceiros. Comentários que não respeitem os critérios aqui impostos ou que estejam fora do tema discutido serão excluídos.