Home | Notícias | CMEI Madre Teresa de Calcutá
17/01/2013 | 12:41

CMEI Madre Teresa de Calcutá

2013_17_01bEm visita realizada no dia 14/03/2011 ao CMEI Madre Teresa de Calcutá, conversei com alguns funcionários da escola e pude perceber o envolvimento destes com o projeto Paralapracá. Os relatos são bem interessantes e nos permitem visualizar o compromisso e o sucesso do projeto na instituição. Abaixo estão os relatos da coordenadora, diretora e três professoras que se deixaram fotografar e demonstraram ficar à vontade para falar dos resultados já colhidos com a implantação do projeto no CMEI.

“Sou professora iniciante no projeto mas já deu para sentir remorso. E por quê? Nós professores nos preocupamos muito com o ler e o escrever, esquecemos muitas vezes que brincando se aprende a ler e escrever, só que de forma prazerosa, sem cobranças, mais livre. O Projeto Paralapracá me faz despertar para o ensinar brincando, buscando formas de ensinar o conteúdo de maneira mais leve, por que não dizer brincando?”.

(Depoimento da Profª Leonilda, 2º Período/ Tarde)

Minhas aulas estão mais dinâmicas, mais alegres promovendo assim uma interação mais afetiva entre as crianças e eu.

(Depoimento da Profª Zélia, Maternal /Tarde)

“Quando me deparei com o Paralapracá me senti uma criança, voltei a brincar, a cantar e até mesmo aprender com as próprias crianças. Brincando passamos a conhecer cada criança, suas capacidades e dificuldades. Após as discussões na formação do Projeto Paralapracá, vejo que através das brincadeiras, as crianças aprendem mais rápido, memorizam canções, sinto que são mais felizes”.

(Depoimento da Profª Graça. 1º Período/ Tarde)

“Estamos mais confiantes, mais seguros, mais competentes. O Projeto Paralapracá tem transformado nossas práticas pedagógicas. Nossas professoras estão mais dinâmicas e felizes com o trabalho realizado no dia-a-dia, percebemos que nossas crianças demonstram mais prazer em vir a escola”.

(Depoimento da coordenadora pedagógica, Eugênia)

“A chegada do Paralapracá em nosso CMEI veio preencher uma lacuna existente, sabíamos da importância do brincar no Ensino Infantil, mas encontrávamos dificuldades em implementá-lo em sala de aula. Com a implantação do Projeto Paralapracá, conseguimos com que nossas professoras refletissem sobre sua prática pedagógica e a importância do brincar para o desenvolvimento infantil e mudassem sua forma de pensar em relação ao brincar. Com o projeto o que percebemos foi uma mudança de atitude e comportamento tanto por parte dos professores em relação às brincadeiras e de nossas crianças que estão mais felizes”.

(Depoimento da diretora do CMEI, Lia Raquel)

PESQUISAR NESTA SEÇÃO:





COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do programa Paralapracá. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou o direito de terceiros. Comentários que não respeitem os critérios aqui impostos ou que estejam fora do tema discutido serão excluídos.